História:

- 01/05/2008 a 31/05/2008
- 01/02/2008 a 29/02/2008
- 01/12/2007 a 31/12/2007
- 01/10/2007 a 31/10/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007



Outras Letras:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis
- Imaginary Templates
- Malu FaLa
- A vida é cor de rosa
- Caneta Vazia
- Colorido Artificialmente
- Letrinhas... Aleatórias...
- No centro de mim
- Segredo de Liquidificador
- A cor da letra
- Eu sei, mas esqueci!
- Somos todas umas vacas!
- Jonral da Lua
- Cabelinho a Paulo Bento
- Cafeínas
- A Infelicidade ao Alcance de Todos!
- Alvarenga Sempre
- Afonso, O Chato!
- Garotas que dizem NI
- Eu te darei o céu
- Sim Pessoas! Nós somos o fenômeno!
- Redatoras de merda
- Shoujo Café


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:


Template By
Imaginary Templates

De quem são estas letras sinceras?

De alguém do signo de escorpião que sempre amou demais, porque sempre achou que despertar o melhor nas pessoas seria despertar o melhor em si mesma, e em uma linda reação em cadeia, de repente mudar o mundo através de uma grande revolução de amor. Mas tudo deu errado.

Que sons me libertam?

Nirvana, Pearl Jam, Beatles, Smashing Pumpkins, Rammstein, Metallica, Iron Maiden, System of a Down, Enigma, Nightwish, Lacrimosa, Guns'n'roses, Green Day... sou eclética dentro do rock. E ouço alguns sons brasileiros, como Marisa Monte, Djavan, Ana Carolina, Arnaldo Antunes, Lenine e bandas nacionais de tradição, como Engenheiros do Hawaii, Legião Urbana, Capital Inicial, Nenhum de Nós, Biquini Cavadão (antigo) e Titãs (antigo).

Que paixões me sangram?

A minha faculdade de Letras, Língua Portuguesa, Literatura Portuguesa, Portugal, cachorros, flores, perfumes, dias de sol e este (muito) humilde bloguinho.

Que livros eu degusto?

*O Espaço Literário, de Maurice Blanchot.

* Viagens de Gulliver, de Jonathan Swift.

*O ovo apunhalado, do Caio Fernando Abreu.

*Sonetos, de Florbela Espanca

*Para além do bem e do mal, de Friedrich Nietzsche

*Os sofrimentos do jovem Werther, de Goethe

*Novas Cartas Portugesas, de Maria Teresa Horta, Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa.

*Da Morte/ Metafísica do Amor/ Do Sofrimento do Mundo, de Arthur Schopenhauer

* Fernando Pessoa, Camões e José Saramago também fazem parte do meu universo de leituras.

Que letras eu devoro atualmente?

A Cidade do Sol, de Khaled Hosseini.

Quais acordes me acordam?

All dood Things (come to end), da Nelly Furtado.



Inferno - Parte I

 

A uma amiga, com carinho.

 

Oh Infelicidade.

Meus lábios medíocres de cantam.

 

Minhas mãos quentes nos teus cabelos castanhos,

teu sorriso em meu pescoço.

Oh Infelicidade.

Amantes dos imortais,

berço dos  perdidos,

Tu me afaga com carinho.

 

Eu te mereço! Eu te mereço!

E deveriz morrer sangrando em agradecimento!

Pois tu és a única verdade.

 

Oh Infelicidade!

Estenda mais uma vez teu manto acolhedor.

Eu já sinto o teu perfume e me aproximo.

Eu já sinto o teu perfume e me aproximo!

 

Oh Infelicidade.

Meu coraçãoé tão tosco e tão pobre.

Preciso de agradecer,

espero que meu sangue te agrade,

espero poder te louvar para sempre como meu único amor.



- Postado por: Nefelibata às 01h18
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




O dia que meu namoro acabou.

 

Na mesa

 

Na mesa

Os sorrisos que me faltam,

os presentes, os parentes

em torno da mes farta.

E os amores já doentes

e no passado adormecidors,

como o sol que não esquenta

em um dia de domingo.

Os meus erros, as minhas fotos,

os defetios incompreeendidos,

e os disfarces, as tentativas.

“Que esse amor sobreviva!

E que renasça, do véu da sarça.

Que um milhadre me faça,

pra me deolver o que eu tive, 

a alegria que a vida exige”

 



- Postado por: Nefelibata às 01h01
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________