História:

- 01/05/2008 a 31/05/2008
- 01/02/2008 a 29/02/2008
- 01/12/2007 a 31/12/2007
- 01/10/2007 a 31/10/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007



Outras Letras:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis
- Imaginary Templates
- Malu FaLa
- A vida é cor de rosa
- Caneta Vazia
- Colorido Artificialmente
- Letrinhas... Aleatórias...
- No centro de mim
- Segredo de Liquidificador
- A cor da letra
- Eu sei, mas esqueci!
- Somos todas umas vacas!
- Jonral da Lua
- Cabelinho a Paulo Bento
- Cafeínas
- A Infelicidade ao Alcance de Todos!
- Alvarenga Sempre
- Afonso, O Chato!
- Garotas que dizem NI
- Eu te darei o céu
- Sim Pessoas! Nós somos o fenômeno!
- Redatoras de merda
- Shoujo Café


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:


Template By
Imaginary Templates

De quem são estas letras sinceras?

De alguém do signo de escorpião que sempre amou demais, porque sempre achou que despertar o melhor nas pessoas seria despertar o melhor em si mesma, e em uma linda reação em cadeia, de repente mudar o mundo através de uma grande revolução de amor. Mas tudo deu errado.

Que sons me libertam?

Nirvana, Pearl Jam, Beatles, Smashing Pumpkins, Rammstein, Metallica, Iron Maiden, System of a Down, Enigma, Nightwish, Lacrimosa, Guns'n'roses, Green Day... sou eclética dentro do rock. E ouço alguns sons brasileiros, como Marisa Monte, Djavan, Ana Carolina, Arnaldo Antunes, Lenine e bandas nacionais de tradição, como Engenheiros do Hawaii, Legião Urbana, Capital Inicial, Nenhum de Nós, Biquini Cavadão (antigo) e Titãs (antigo).

Que paixões me sangram?

A minha faculdade de Letras, Língua Portuguesa, Literatura Portuguesa, Portugal, cachorros, flores, perfumes, dias de sol e este (muito) humilde bloguinho.

Que livros eu degusto?

*O Espaço Literário, de Maurice Blanchot.

* Viagens de Gulliver, de Jonathan Swift.

*O ovo apunhalado, do Caio Fernando Abreu.

*Sonetos, de Florbela Espanca

*Para além do bem e do mal, de Friedrich Nietzsche

*Os sofrimentos do jovem Werther, de Goethe

*Novas Cartas Portugesas, de Maria Teresa Horta, Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa.

*Da Morte/ Metafísica do Amor/ Do Sofrimento do Mundo, de Arthur Schopenhauer

* Fernando Pessoa, Camões e José Saramago também fazem parte do meu universo de leituras.

Que letras eu devoro atualmente?

A Cidade do Sol, de Khaled Hosseini.

Quais acordes me acordam?

All dood Things (come to end), da Nelly Furtado.



Chuvinha de letras

Fantasma com sotaque lusitano.

 

As pessoas com o mesmo sotaque

multiplicam ao telefone a tua voz grave

e acontecem sem minha permissão.

 

Este sotaque enlouquece

quem um dia te amou.

E quem ama não esquece

o fim que tua boca ousou.

 

Na tv

o vinho come a soja,

a soja se joga no Atlântico,

não são lágrimas,

é o Atlântico que me ressaca.

 

Esqueço a fome,

o meu nome,

me suicido para te evitar

na tv, rádio, celular.

Me suicido sob a tua risada

e teu sotaque na memória.

 

Na contemplação silenciosa

de um crime revolucionário:

transformar verso em prosa

e os dias sem calendário.

 

***

 

Onde vivem os Nefelibatas? Muito vivem ao teu lado; muito provavelmente, sob teu telhado. Vivem com os pés no chão, a mente nas nuvens e os olhos por aí. Eu, por exemplo, vivo com os olhos no mar. Meu avô, talvez, já era Nefelibata. Nefelibata pescador. Minha mãe nasceu numa praia, como eu. Passei a vida inteira me buscando no mar, atrás de respostas para perguntas e de perguntas para minhas respostas, tentando perceber porque eu chorava quando deveria rir ou era mazinha quando deveria ser boazinha. E meu primeiro namorado me pediu em namoro em um píer! Só hoje, com alguns anos idos e vividos, eu percebo parte do enigma quem me compromete. Estas lágrimas, por exemplo, são a continuação do mar em mim.

 

Uma das bandas que mais gosto é Keane. Conheci em Portugal, minha terra. Mas não pergunte aos portugueses por mim, eles não me conhecem.

Enfim, se puderem ouvir ouçam.

Ah, e claro, chorem também.

Chorem por mim e pela minha desgraça.

 

A Bad Dream

 

Why do I have to fly over every town up and down the line?
I'll die in the clouds above and you that I defend, I do not love

I wake up, it's a bad dream, no one on my side
I was fighting but I just feel too tired to be fighting
Guess I'm not the fighting kind

Where will I meet my fate?
Baby I'm a man and I was born to hate
And when will I meet my end?
In a better time you could be my friend

I wake up, it's a bad dream, no one on my side
I was fighting but I just feel too tired to be fighting
Guess I'm not the fighting kind
Wouldn't mind it if you were by my side
But you're long gone, yes you're long gone now

Where do we go?
I don't even know my strange old face
And I'm thinking about those days
And I'm thinking about those days

I wake up, it's a bad dream, no one on my side
I was fighting but I just feel too tired to be fighting
Guess I'm not the fighting kind
Wouldn't mind it if you were by my side
But you're long gone, yes you're long gone now

 

***

 

Reencarnação

 

Quando me vi nua e sem saber falar

conheci a verdadeira solidão

que é regressar e não ser reconhecida.

 

Só a dor nos evolui.

Mas não permanece.

 

***

 

“Considere suas origens: vocês não foram criados de modo que pudessem viver como animais, mas para compreenderem a virtude e o conhecimento”.

Dante Alighieri, A Divina Comédia.

 



- Postado por: Nefelibata às 20h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________